segunda-feira, 2 de novembro de 2009

O tempo passa (ainda bem)

Cris, minha querida, já se passou 1 ano. Confesso que nunca doeu tanto quanto naquela época. Eu lembro de tudo direitinho, mas hoje eu queria mesmo era relembrar que naquela segunda de manhã, eu no trabalho, recebi uma ligação. Era mãe, que estava com você e disse que você queria falar comigo: "Dri, entrei em trabalho de parto, o Daniel quer nascer." Eu: "vc tá feliz?". Você se lembra da resposta, entre sorrisos incontroláveis: "muito!".

Foi assim. Ele quis nascer, mas esperou eu chegar para ver tudinho. Chorei disfarçado e você chorou lindamente.

É bonito ver o pequeno hoje, feliz. Ver que sua vida tem outro sentido e que seu amor tem outra dimensão.

Hoje não dói mais não. Ficou só uma boa história que com o tempo vai se reinventando.

(Agora já pode comer os docinhos?)

2 comentários:

Priscila disse...

amo essa história, e me emociono sempre!... lembro q te liguei na hora! do nada... acho q é coisa da nossa sintonia!

(é... e eu nao comi os docinhos :( uma pena! mas Dani ainda vai ter vários "parabéns" com docinhos!)

Míriam Cristina disse...

Obrigada por tudo e, pp, por ter participado deste momento tão mágico ao meu lado...vc foi e é presente em minha vida, agora em nossa vida ( minha e do Dani ). Nós te amamos...beijos