sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Um batom

Hoje eu comprei um batom. Vermelho. Minha mãe achou estranho ("não parece com você").
Mas no fim das contas achei lindo. E diferente daquela que eu ando acostumada a ver todo dia: pálida e discreta. Continua sendo eu mesma, só que na versão colorida.

Um comentário:

CD ADDICTED disse...

É tudo o que a medicina precisava: uma médica escritora e de sensibilidade ensolarada.
Seja na versão pálida ou colorida, continue...